Cachoeira de Minas

Praça Vista da Torre da Igreja

História

Foi Inácio da Costa Rezende o fundador da cidade de Cachoeira de Minas, na região Sul do Estado de Minas Gerais. As incursões dos bandeirantes pelos sertões das Gerais beneficiaram a região do Planalto Mineiro, onde localiza-se o município. A ocupação do território ocorreu por volta de 1853, por Inácio da Costa Rezende e sua esposa Rosa Maria, proprietários da Fazenda Cachoeira. Estes doaram terrenos para a construção de uma capela, que foi eregida à margem direita do rio Sapucaí-Mirim e dedicada a São João Batista. Nasceu assim a povoação com o nome de São João Batista das Cachoeiras. Em 1º de janeiro de 1854, inaugurou-se a capela construída pelos fundadores, Inácio da Costa Rezende e Rosa Maria, com a celebração da primeira missa pelo Cônego João Dias de Quadros Aranha. A exploração agrícola assumiu o comando da economia da comunidade, que, na época, desenvolveu-se consideravelmente. O topônimo inicial, São João Batista das Cachoeiras, originou-se do Santo Padroeiro da primeira capela, e de quedas d’água existentes no Rio Sapucaí-Mirim.

Geografia

A população estimada em 2010 é de 11.034 habitantes [IBGE, Censo 2010]. A área do município é de 305.420 km², com densidade demográfica de 36,13 hab/km². Possui uma estrutura típica de “cidade de interior”: ruas pavimentadas com paralelepípedos, algumas casas antigas, uma praça central onde fica a Igreja Matriz, um clube literário e recreativo, pequenos comércios e poucos prédios. A população é bastante receptiva.

Economia

As atividades econômicas mais importantes no município são a agropecuária, cafeicultura. Por ser uma cidade com poucos habitantes, Cachoeira de Minas possui poucas indústrias. Há fábricas de polvilho, confecção de roupas e uma indústria de fios e cabos elétricos. O artesanato é fonte de renda complementar para algumas pessoas, oferece móveis e artefatos de cana-da-índia e peças de crochê, vendidos para outros centros consumidores. A cidade também produz mandioca que serve como matéria prima do polvilho na cidade vizinha de Conceição dos Ouros.

Cultura

A tradicional banda de música “Sociedade Musical Eduardo Tenório”, berço de músicos e escola gratuita de música, faz apresentações públicas em eventos socioculturais de Cachoeira de Minas. O “Coral Viva Voz” constantemente oferece apresentações gratuitas e sempre está de portas abertas para quem queira cantar. A cidade é conhecida por ter excelentes bandas de rock e há o evento “Winter Rockfest”, festival anual realizado em julho que vem crescendo e que atrai bom público para prestigiar as bandas da cidade e região. A cidade cultiva também o hábito da pintura; destacam-se excelentes artistas. Há ainda os eventos culturais ocorridos nas escolas, como festas, gincanas e apresentações.

Turismo

Os acessos são por estradas boas e a paisagem local tem ao fundo em primeiro plano a Serra dos Machados, e em segundo plano a Serra do Monte Belo. Possui uma agência bancária do Banco do Brasil, “Banco Postal” nos Correios e acesso à Caixa Econômica Federal através de uma lotérica. Oferece condições de hospedagens em dois hotéis, embora a maioria dos visitantes prefira ficar em casas de amigos ou alugar casas para o final de semana. O “Clube de Campo Catadupas” oferece boa estrutura de lazer, com quadras, piscinas, bosque e campo de futebol, e é aberto à visitação de turistas. O carnaval em Cachoeira de Minas é bastante animado, com festas no calçadão da Praça da Bandeira. O bloco “Pé-De-Cana” toca marchinhas de carnaval e há som na praça, que agitam os foliões. O bloco de carnaval “Tanquinho” promove no mês de dezembro o Tanquinho Fest, festa que está seguindo para sua quarta edição em 2011. Nas festas juninas, a cidade tem como atrativo a festa da fogueira de São Pedro. A fogueira possui aproximadamente 30 metros de altura. No dia do acender, há queima de fogos e festas no Clube da cidade. A festa reúne cerca de 10 mil pessoas. Também situado no município de Cachoeira de Minas, a cachoeira da Usina que esta dentro do distrito do itaim é um dos locais mais visitados pelas pessoas que veem ao município, esbanjando beleza rica em fauna e flora. Falta uma estrutura de passeio nas localidades rurais, onde o turista poderia usufruir de caminhadas, acampamentos, passeios a cavalo, e admirar a exuberante paisagem do município bem como suas cachoeiras.

A maior fogueira do Brasil

Cachoeira de Minas realiza, anualmente, a Festa da Fogueira de São Pedro, considerada a maior fogueira do Brasil. A Fogueira de São Pedro é uma manifestação cultural grandiosa, representando a cultura, o folclore e a religiosidade do município. A história da Fogueira teve início no final da década de 60, quando o mascate “Pedro da Colodina”, que sofria de grave enfermidade, ao ver uma graça atendida, passou então a erguer uma fogueira em homenagem a São Pedro. A festa virou tradição e, mesmo após a morte de seu fundador, continuou sendo realizada pelos moradores da cidade. Ano a ano, a Fogueira de São Pedro foi ganhando altura, chegando a incríveis 50 metros. Atualmente, em razão de segurança, sua altura fica em torno de 38 metros. É considerada a maior fogueira (cheia de lenha) do Brasil. A Festa da Fogueira de São Pedro acontece sempre em data próxima ao dia de São Pedro, 29 de junho. Neste ano de 2011, a festa será realizada nos dias 1 e 2 de julho. A tradição da festa é extremamente peculiar. Alguns dias antes do Acender da Fogueira, um desfile de carros de boi leva a lenha que será colocada na fogueira. Durante a festa, são distribuídos diversos quitutes juninos. Há ainda um encontro regional de quadrilhas, além de apresentações e shows musicais. A festa acontece no Pátio da Fogueira e reúne, na noite do Acender, mais de 10 mil pessoas.

Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Portal Cachoeira de Minas | Desenvolvido e mantido por: CSC Technology